Notícias

Não faça um mau negócio na troca do seu usado!

08 de agosto de 2019
Não faça um mau negócio na troca do seu usado!

Um dia, aquele carro zero km ou seminovo chegou à sua garagem. De cara, você começou se adaptando bem ao carro, criando um carinho por ele e se apegando. Mas o tempo de vida útil foi passando, as tecnologias do veículo se tornaram um pouco atrasadas e novas opções no mercado, bem mais interessantes, foram aparecendo. Há também aquele caso onde você compra um carro, sai da concessionária feliz mas acaba não se adaptando ao estilo, conforto ou motor do carro. Sabe o que essas duas situações têm em comum? É hora de investir em um carro novo e efetuar a troca do usado! E para ajudar você no desafio de fazer um bom cálculo de valor a ser recebido na negociação e definir um preço justo para ele, preparamos algumas dicas. Confira!


Primeiramente, deixe de lado o apego com o veículo


Existem aquelas situações em que o carro significa muito para a gente, né? Entretanto, isso não pode inflar o valor que você pede em uma troca, já que assim você pode perder boas oportunidades, o tempo pode passar e o carro desvalorizar ainda mais. Da mesma maneira, não se preocupe apenas em “se livrar” do carro caso ele não seja bom para você. Faça o cálculo de preço da maneira mais racional e correta possível!


Quilometragem e tempo de fabricação


Todo bem de consumo tem sua própria vida útil. E segundo algumas pesquisas, o carro perde até 20% do valor original logo ao sair do mercado. No Brasil, o passar dos anos e o aumento na quilometragem vai aumentando ainda mais essa desvalorização, já que pelo histórico de manutenções mal feitas e pela condição das estradas e vias urbanas, o veículo sofre um desgaste maior do que em outros países. Por esses motivos, criou-se uma cultura onde um carro com mais de 100.000km rodados dificilmente é vendido por um bom valor. Por isso, o ideal para um bom negócio é vender o carro antes dessa marca.


Além disso, há toda a questão da tecnologia dos carros usados, que com o tempo vai ficando obsoleta e aparecendo fortemente no valor do carro, que baixa cada vez mais com o passar dos anos e com o aparecimento de novas soluções automotivas. Um carro sem ar-condicionado nos dias de hoje, por exemplo, possui um risco elevado de desvalorização.


Estado do carro


Aliado ao tempo de uso, o estado do carro é importantíssimo e tem um peso enorme no momento de calcular o valor. Ele é tão importante que pode diferenciar dois carros populares do mesmo modelo e mesmo ano em até 60% do valor. Por isso, dê mais atenção se o seu carro sempre teve a revisão de veículo correta, escolha bons pneus, faça trocas de óleo no tempo certo e garanta um valor melhor para o seu carro!


Nessa hora, não vale procurar esconder os problemas, já que um bom mecânico sempre os descobre em uma avaliação, podendo causar muitos problemas para você. Além, é claro, de isso não ser uma prática correta e saudável.


Agora é só fazer a troca!


Levou em conta todos os fatores, encontrou um valor justo e vai adquirir um carro novo? Ótimo! Agora falta fazer uma boa escolha e levar a melhor opção de carro zero para a sua garagem. E para isso, nada melhor do que ter os carros com a qualidade Chevrolet à sua disposição, certo?


Na DGSUL você tem ótimas opções de carros que atendem às mais diversas demandas e com toda a certeza são uma ótima compra. Além disso, nós oferecemos um preço justo na troca do seu usado, negociamos com as melhores condições do mercado e possuímos uma confiança construída ao longo de duas décadas.


Para conhecer mais sobre os carros zero km da DGSUL e ficar por dentro das nossas condições especiais, clique aqui. Nós temos certeza que essa é a melhor dica que podemos te dar!